NOTÍCIAS

Entrevista com Prof. Rory McGreal, do Canadá17/03/2010

O especialista  em educação a distância, Prof. Rory McGreal, do Canadá, esteve em São Paulo na semana passada, onde proferiu uma palestra sobre educação livre, e aceitou convite da ABED para uma entrevista* em que ele fala da importância da internet e de redes sociais, dos conteúdos espalhados pela web e faz uma comparação com a educação a distância de Canadá e Brasil. 

Veja a transcrição abaixo, e também confira fotos da palestra e o cronograma das próximas apresentações de McGreal.


Prof. Rory, dá para estudar absolutamente tudo a distância? Como explica, por exemplo, o curso de dança de salão a distância?

Prof. Rory. Tudo, absolutamente tudo que se pode estudar pessoalmente dá para se fazer a distância. No caso da dança de salão, por exemplo, pode-se conhecer a história, o contexto, até os passos... 

 ... mas, neste caso, como praticamos?

Prof. Rory. ...conhece o Wii, aquela plataforma para jogos onde podemos jogar tênis, praticar esportes, com a sensação real de uma atividade física? Pois é...também poderemos dançar com tecnologias como esta.

Se eu quiser montar o conteúdo para uma aula ou palestra, tenho de começar do zero ou posso aproveitar o que há na net?

Prof. Rory. Isso é que é interessante e deve ser aproveitado no momento atual que vivemos na web. Os conteúdos compartilhados, à disposição na rede, fazem com que possamos montar um curso ou palestra utilizando fragmentos de um, com o de outro, sem ter de começar do zero, onde gastaríamos tempo e recursos expressivos. Este é o ambiente colaborativo, participativo. Defendo esta questão pois todos saem ganhando!

Como o senhor analisa as redes sociais?

Prof. Rory. Importantíssimas para desenvolvimento pessoal e profissional. Infelizmente, algumas empresas ainda não entenderam e bloqueiam o acesso de seus colaboradores internos a elas. Elas são uma ferramenta de diálogo importante entre todos os envolvidos e auxilia sobremaneira na educação. E é de relevo falar também que tudo, absolutamente tudo que se coloca na net, lá fica para sempre...

Hoje dá para ser professor universitário sem "gostar" ou saber usar a internet?

Prof. Rory. Impossível! Hoje uma coisa está associada a outra. No Canadá, por exemplo, para que um aluno possa se formar, ele tem de saber noções de informática e de uso da net pois, do contrário, não recebe o diploma.

Quais as principais similaridades e diferenças que podemos apontar quando comparamos a EaD praticada no Canadá e no Brasil?

Prof. Rory. Primeiramente, o Canadá é dividido em 10 províncias independentes. Nossa universidade (de Athabasca) é a única aberta do país, sendo que temos alunos de todo o país, que perfazem o montante de 40 mil. Nossos cursos são todos on line e a maioria das instituições de ensino utiliza, de alguma forma, o e-learning. Já no Brasil, pelo que vejo, o processo é altamente centralizado, ao passo que no Canadá, não. Deveríamos centralizar um pouco mais no Canadá e descentralizar no Brasil, para chegar no meio termo. Isto seria o ideal!

*Realização, Tradução e Transcrição - ADCom Comunicação Empresarial em conjunto com o jornalista da ABED, Rafael Rogati
 

           Clique nas fotos para ampliar
          Crédito das fotos: Renato Gutierrez - ADCom
       




Cronograma:
 
 18 de março - Fortaleza
 Informações e inscrições:
paulonogueira@fgf.edu.br
 22 de março - Salvador
 Informações e inscrições: 
alfredo@matta.pro.br
 24 de março -
Goiânia
 Informações e inscrições: ambrosio.anapaula@gmail.com  

 

Fonte: ABED/ADCom
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED