TEXTOS EAD (Os textos publicados nesta sessão são de responsabilidade dos autores)

Qual é o papel do professor em uma formação EAD, inclusive nas Licenciaturas29/01/2024
Presidência, Vice-Presidência e Diretoria da ABED
Conselho de Ética e Qualidade da ABED
Conselho Científico da ABED

A docência em Educação a Distância (EAD) fundamenta-se na construção autônoma de saberes, fomentando a pesquisa e a interação entre os participantes no processo de ensino-aprendizagem à distância desafiando os estudantes a explorarem ativamente os saberes e a desenvolverem suas próprias competências. 

O Professor é sujeito central no planejamento pedagógico, na mediação e interação com o estudante, na análise e curadoria de conteúdos garantindo sua relevância e adequação ao contexto educacional, na gestão da avaliação de aprendizagem assegurando uma abordagem alinhada aos objetivos educacionais estabelecidos e em sintonia com a equipe de gestão acadêmica e pedagógica.

Indiscutivelmente, o professor tem papel central nos processos educativos, as grandes mudanças impulsionadas pelo uso das tecnologias e as inovações imposta à sociedade apontam para uma discussão aprofundada do papel do professor no processo de ensino e aprendizagem. Neste ponto, concordamos com o Prof. Dr. Lúcio Teles que a noção de ensino e seu significado mais profundo, mudando a forma de atuação docente e instigando as discussões nas últimas décadas sobre o papel do professor num mundo digitalizado.

O fenômeno da Educação Digital, possibilitado pelo aumento das tecnologias digitais, impulsionam as mudanças nos modos de ensinar e aprender. Por outro lado, o papel do professor associado à Educação Online requer uma profunda e necessária mudança na sua prática docente. Neste caso, não se trata de criar uma nova conceituação à docência, mas é necessário ressignificá-la, a docência se estabelece em um conjunto de práticas educativas que constituem o exercício do magistério e na prática direcionada e intencional para os processos de aprendizagem. A atuação na docência se estabelece com saberes docentes, competências e conhecimentos necessários à docência, esses saberes estão amplamente consolidados nas pesquisas acadêmicas, por exemplo, nos estudos de Rosana Amaro, Paulo Freire, Maurice Tardif; Selma Garrido Pimenta e Léa Anastasiou; Marcos Masetto; Philippe Perrenoud e Miguel A. Zabalza.

Habitualmente, o professor assume o difícil e complexo papel de ensinar e mediar o processo de aprendizagem. Neste sentido, a docência se constrói como atividade complexa e multifacetada em múltiplos saberes, competências e atitudes, não diferente quando o professor estiver na função de tutora no processo de ensino.
 
É importante ressaltar que, nos processos formativos ofertados na Educação a Distância, a “presença não é antônimo de distância, pois o antônimo de presença é ausência. Nesta lógica, EaD não é estar ausente, como bem definiu Lúcia Santaella, poderá haver presença na distância virtual, também, defendido pela Profa. Dra. Mirza Toschi. Professores e estudantes estão separados física ou temporalmente, assim se justifica a implementação das tecnologias como meio para aproximação entre docentes e aprendizes. Toschi, destaca, “Assim, vale insistir, falar em Educação a Distância é falar de educação, só que de outro prisma, com os mesmos elementos, dos processos educativos [...] Educação como ação cultural que modifica os seres que a vivenciam.”

Neste enfoque, o papel do professor, demanda a presença docente, presença cognitiva e a presença social. Igualmente, o papel e função na docência online se constrói de forma indissociável. O professor deve atuar na função pedagógica, função gerencial, função social e técnica. Nos aspectos pedagógicos o professor atua diretamente com ações específicas do ensino, por exemplo, os conteúdos que serão ensinados, mediados e processos avaliativos; na função gerencial deve demonstrar o desenvolvimento de ações eficientes no gerenciamento da sala de aula online; na função social o professor dedica-se a criar um ambiente agradável e favorável à aprendizagem e estimulando as relações interpessoais; na função técnica oferecer suporte imediato e orientação para a sanar a dificuldade.

Entre tantas atividades, o professor deve atuar no planejamento da ação educativa e viabilizar a mediação pedagógica, auxiliando os aprendizes na compreensão dos conteúdos e dos processos avaliativos, estimular a participação ativa e a colaboração entre os estudantes e equipe multidisciplinar, propiciar conteúdos e materiais relevantes e coerentes com as metas de aprendizagem. Adaptar recursos educacionais visando atender os diferentes estilos de aprendizagem. Propor situações de aprendizagem e processos avaliativos coerentes aos objetivos na perspectiva da avaliação formativa e somativa. Fornecer feedback construtivo e coerente as metas de aprendizagens.

Cabe também ao docente atuar como incentivador da autonomia dos estudantes, fornecer comunicação eficiente, utilizar ferramentas de comunicação online para manter uma comunicação clara e eficaz. Exercitar a presença docente e manter-se disponível para dialogar e fornecer orientação. Possibilitar aprendizado personalizado identificando as necessidades individuais e ajustando o planejamento de ensino conforme demandas identificadas. Atuar no gerenciamento do ambiente online assegurando que os recursos estejam acessíveis e encaminhar demandas técnicas junto a equipe de apoio técnico visando minimizar qualquer prejuízo às aprendizagens. Em sua prática docente, deverá propor e incentivar uso de tecnologias digitais que favoreçam as competências digitais dos aprendentes e, consequentemente, gerem novas habilidades para o mundo do trabalho. Ademais, oferecer apoio personalizado aos estudantes que enfrentam desafios específicos.

Por fim, o trabalho docente requer refletir sobre sua própria prática e busca contínua de novos conhecimentos, mantendo-se atualizado sobre as melhores práticas de ensino online e tecnologias educacionais.
 
Em um contexto de Educação a Distância, é preciso reconhecer que a transposição da docência presencial para a docência online não se dá de forma simplista ou mesmo linear dos aspectos pedagógicos e/ou metodológicos. O papel do professor passa pela apropriação de competências digitais e mecanismos que sejam específicos à Educação Digital, neste sentido deve-se incentivar, criar e fomentar a comunidade de aprendizagem, promover a interação e intercâmbio de conhecimento e proporcionar um ambiente que favoreça a exploração, a pesquisa, e a compreensão profunda dos conteúdos. É necessário e exercitar a prática docente presença docente para qualificar de forma significativa o processo educativo.

Em cursos de Pedagogia e Licenciaturas em EaD, não há nenhum impedimento técnico para que os futuros professores interajam numa linguagem comunicacional que possibilita ao estudante uma comunicação ativa com seus professores, tutores, colegas de turma numa relação mais democrática na construção do conhecimento. O conceito de sala de aula e professor ganham novos contornos e se ressignificam na modalidade da educação a distância. Se houver instituições que estejam privando os alunos deste tipo de interação na sua formação básica, é preciso verificar se há algum outro componente do curso que garanta a sua qualidade, ou a oferta precisa ser revista. No entanto, é importante frisar que a EAD possibilita uma formação extremamente rica e interativa desde que planejada para este fim.

CLIQUE AQUI para baixar a versão em PDF

 
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED