TEXTOS EAD

Professor-Aluno: uma difícil convivência na aprendizagem? Considerações a partir de vivências no ensino superior.21/05/2018Consultando algumas revisões bibliográficas no campo da educação no ensino superior brasileiro, a relação professor-aluno caminha para mudanças e desafios imensuráveis e urgentes, tendo em vista a sua cronologia ou timeline construída, na maioria dos casos, no autoritarismo epistemológico acadêmico e as influências externas trazidas com o avanço acelerado das novas tecnologias de informação e comunicação.

Nesse caminhar, o professor, com as devidas proporções, assumiu o papel de centralizador da aprendizagem como a melhor referência para uma aprendizagem “dita” de qualidade, ignorando, por força cultural e de intervenções (socioeconômicas e psicológicas), o verdadeiro significado da sua ação docente no aprender com dignidade, com dedicação, com atenção especial aos contextos e realidades dos seus alunos, como por exemplo a valorização da relação humana na sala de aula.

Observando e avaliando atitudes, comportamentos e depoimentos de professores durante a realização de cursos de formação para a EaD e qualificação em metodologias ativas, a relação professor-aluno sempre aparece como um dos itens de maior impacto no sucesso ou insucesso desses cursos e suas práticas.

Acesse o texto na íntegra neste link: http://abed.org.br/arquivos/convivencia_prof_aluno_enilton_rocha.pdf

 
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED