NOTÍCIAS

Análise dos Resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) para Educação a Distância do ciclo 2015 a 201702/11/2018Análise dos Resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) para Educação a Distância do ciclo 2015 a 2017
Carlos Eduardo Bielschowsky

Resumo
Em 2017 completamos um primeiro ciclo de três anos do Educação a Distância (Enade), o que envolve todas as carreiras, com 175.543 alunos participantes de 877 cursos de Educação a Distância (EaD), pertencendo a um total de 144 diferentes instituições de Ensino Superior.
Observou-se forte crescimento do número de polos entre 2016 e 2017, tendência que provavelmente irá se sustentar em 2018. Alguns fatos foram especialmente notórios: o baixo crescimento das matrículas nas universidades públicas, quando comparado ao crescimento nas instituições de Ensino Superior (IES) privadas; grande concentração de matrículas (56,2%) em apenas cinco das 257 IES públicas e privadas que oferecem Ensino Superior a distância. Observou-se bom desempenho geral das IES que oferecem (EaD), mas baixo desempenho percentual dos alunos, advindos da concentração de alunos em poucas IES com baixo desempenho no Enade. Ao final deste trabalho, relacionamos os principais problemas identificados pela ausência do processo de supervisão dos cursos de EaD, incluindo a necessidade de uma medida mais adequada para avaliar o seu desempenho, e advogamos outras ações urgentes para sanear as distorções encontradas nesta modalidade.

A versão em PDF pode ser encontrada em:
 http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/758

 
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED