NOTÍCIAS

Resposta ABED à crítica de EaD no Ensino Médio (Folha de São Paulo e Jornal da Ciência - SBPC)22/03/2018
É lamentável, mas consistente com seu tradicional conservadorismo e falta de criatividade, experimentação e renovação, que as 12 entidades “científicas” preocupadas com a educação uniformemente repudiem qualquer introdução de aprendizagem a distância no ensino médio. Sua atitude é prova cabal da sua incapacidade até agora de achar soluções práticas para tirar o ensino básico brasileiro da sua condição academicamente lastimável. EAD é uma abordagem que exige do aluno motivação de aprender, auto-disciplina, e crescente autonomia—características não necessariamente encontradas em todos os adolescentes. Assim, a introdução de EAD no ensino médio promoverá o amadurecimento dos alunos, introduzirá as novas formas de pensar e trabalhar que os aguardam no futuro e aumentará aspectos de inclusão. Mas teria que ser feita com inteligência e prudência, e sem preconceitos baseados na ignorância de suas virtudes, já reconhecidas internacionalmente.


Fredric M. Litto
Professor Emérito da USP
Presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED


(publicado no Jornal da Ciência, da SBPC, no dia 22 de março de 2018http://www.abed.org.br/arquivos/Jornal_da_Ciencia_SBPC_resposta_ABED_22mar18.pdf , 

em resposta à matéria publicada no mesmo canalo, no dia 21 de março de 2018: http://www.abed.org.br/arquivos/Jornal_da_Ciencia_SBPC_contra_ead_ensino_medio21mar18.pdf,

em referência à matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, do dia 20 de março de 2018: http://www.abed.org.br/arquivos/Folha_SP_contra_ead_ensino_medio_20mar18.pdf)


 
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED