NOTÍCIAS

Resposta ABED ao Editorial Educação Acelerada da Folha de São Paulo26/11/2014
A Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED lamenta a publicação de inverdades no editorial "Educação Acelerada", publicado pela Folha, em sua edição de 25/11/2014.
 
A evasão nos cursos de Graduação na modalidade a distância foi de 17% de 2011 para 2012, e de 30%, comparando-se 2012 a 2013. Esses dados são oficialmente publicados pelo INEP/MEC, no Censo de Educação Superior. 
 
Não há nenhuma fonte oficial que aponte a evasão de 80% anunciada pelo editorialista, numa lamentável demonstração de desinformação e preconceito contra os mais de um milhão cento e cinquenta mil alunos matriculados em cursos de Graduação EAD e milhares de profissionais que atuam com a modalidade, entre professores, tutores e equipes técnico-administrativas. 
 
A atribuição de evasão à uma suposta má qualidade desses cursos não corresponda à verdade, uma vez que o CensoEAD.Br, realizado anualmente por nossa Associação, demonstra consistentemente os motivos dados pelos alunos como sendo falta de tempo para estudar e falta de adaptação à rigorosa metodologia.
 
Os dados do ENADE disponibilizados anualmente pelo MEC demonstram que os resultados das provas realizadas por alunos de cursos na modalidade a distância estão no mesmo nível ou, em alguns quesitos, até superiores aos alcançados por estudantes de cursos presenciais. O crescimento do número de novos alunos universitários de 2012 a 2013 foi de 3% para o presencial e 12% para a EAD.
 
O fato de o governo brasileiro não liberar a possibilidade do FIES para alunos de cursos EAD é também mais uma demonstração de um preconceito, ainda arraigado segundo uma visão elitista do papel que a Educação deve ter na sociedade.
Compartilhar:
Copyright - Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED